. .
O CRIME NÃO COMPENSAhttp://2.bp.blogspot.com/-tpcMR8HbIYE/Wc6S8nqr4xI/AAAAAAAASng/RPzAPoOJPNUZdnzD3BViYxXPUhf-7UQ1QCK4BGAYYCw/s400/

13 de abril de 2018

Presos no sertão de AL, são da mesma quadrilha que tombou em confronto com a PMPE

Bando era formado por alagoanos e pernambucanos. Quatro deles morreram em confronto com a PM em Ibimirim e seis foram presos hoje, além de outras prisões que aconteceram recentemente.
Presos no sertão de AL, são da mesma quadrilha que tombou em confronto com a PMPE
                                          Delegado Mário Jorge Barros – google imagens

A prisão de seis pessoas nas cidades de Inhapi, Mata Grande e Canapi realizadas nesta sexta-feira, 13, no Sertão de Alagoas, tem ligação direta com a operação que culminou no confronto de assaltantes de banco com a Polícia Militar do Estado de Pernambuco, no dia de ontem – quinta-feira, 12, – na cidade de Ibimirim, Sertão de Pernambuco.
Na ocasião quatro bandidos morreram em confronto com policiais do Batalhão Especial de Polícia do Interior (BEPI) e Companhia Independente de Operações e Sobrevivência em Área da Caatinga (CIOSAC).
As informações foram repassadas com exclusividade, pelo delegado Mário Jorge Barros, que é diretor da Divisão Especial de Investigação e Captura (DEIC) e está à frente das investigações da quadrilha que tinha ramificações no Estado Alagoano e Pernambucano.
 Presos no sertão de AL, são da mesma quadrilha que tombou em confronto com a PMPE
“Até o momento 14 bandidos de alta periculosidade foram tirados de circulação, quatro haviam sido presos recentemente, outros quatro morreram em confronto com a polícia de Pernambuco, ontem, 12, e os outros seis foram presos na manhã de hoje, 13.” Disse Mário Jorge Barros.
Ainda segundo o delegado que conversou por telefone com a reportagem, os bandidos são suspeitos de praticarem vários crimes, além dos assaltos a carro-forte e bancos nas regiões de Alagoas e Pernambuco.
 Presos no sertão de AL, são da mesma quadrilha que tombou em confronto com a PMPE
“Mais detalhes da operação serão repassadas, durante uma coletiva de imprensa que contará com a presença de toda a cúpula da Secretaria de Segurança Pública de Alagoas e Pernambuco, no final da tarde na capital Maceió.” Frisou Mário Jorge Barros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

Art. 220º da Constituição Federal: A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.

§ 2º - É vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística.