. .
O CRIME NÃO COMPENSAhttp://2.bp.blogspot.com/-tpcMR8HbIYE/Wc6S8nqr4xI/AAAAAAAASng/RPzAPoOJPNUZdnzD3BViYxXPUhf-7UQ1QCK4BGAYYCw/s400/

3 de abril de 2018

Para não morrer, sogro mata genro a pauladas no município de Água Branca/AL

Wilson Porfírio Menezes, 36 anos, estava com uma faca ameaçando o sogro, mas foi surpreendido pelo homem que utilizou um pau para matá-lo.


Temendo a própria morte, um homem identificado como José Soares dos Reis, resolveu matar o seu próprio genro no final da tarde desta terça-feira, 3, em uma Chácara no município de Água Branca no Sertão de Alagoas. A vítima foi identificada como Wilson Porfírio Menezes, mais conhecido como ‘Gurubita’, 36 anos.
Segundo informações da Polícia Civil, ‘Gurubita’ é bastante agressivo e costumava a tocar o terror na região em que reside, inclusive a sua genitora temia a agressividade do filho, que a ameaçava constantemente de morte.
Na tarde desta terça-feira, ele resolveu ameaçar o seu sogro utilizando uma faca. Com medo de ser assassinado, o homem pegou um pau e o agrediu por diversas vezes.
‘Gurubita’ não resistiu e morreu no local, o homem que o matou fugiu após o crime, mas segundo a polícia, ele ligou para delegacia dizendo que iria procurar um advogado para se apresentar nos próximos dias.
O local do crime foi isolado e aguarda a chegada da perícia para que os procedimentos possam ser realizados e o corpo ser encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

Art. 220º da Constituição Federal: A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.

§ 2º - É vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística.