. .

29 de novembro de 2016

Portal dos Procurados abre exceção para levantar informações sobre traficantes

O Portal dos Procurados abriu uma exceção e está funcionando hoje, no domingo, para tentar levantar o máximo de informações possíveis que podem levar à prisão seis traficantes, integrantes de três facções criminosas do Rio de Janeiro. Na última quinta-feira o portal aumentou as recompensas e está oferecendo R$ 30 mil por cada um dos bandidos. Além do tráfico, segundo o portal, eles são acusados de promover recentes ações criminosas como assaltos, arrastões e ataques a Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs).
Em decorrência da crise financeira do estado do Rio, o órgão não está prestando serviços aos domingos. Os dias de funcionamento são: de segunda a sexta de 7h às 23h30 e aos sábados de 8h às 17h.
Ainda de acordo com o portal, até o momento cerca de 12 denúncias foram recebidas sobre esse caso. Quem tiver informações sobre a localização desses criminosos, denuncie pelos seguintes canais: WhatsApp dos Procurados (21) 96802-1650, Disque-Denúncia (21), 2253-1177, Facebook (inbox), ou app de denúncias ‘Disque Denúncia Rio’.
Veja a lista dos procurados:
Edvanderson Gonçalves Leite, o Deco - Chefe do tráfico da Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio. Está solto desde 21 de julho deste ano, após ser beneficiado por um habeas corpus concedido pela Justiça. Tem diversas passagens pelo sistema prisional, com entradas e saídas nos últimos 20 anos.
Luciano Martiniano da Silva, o Pezão - Comanda a venda de drogas no Complexo do Alemão, na Zona Norte. Tem promovido diversos ataques a base da UPP do Alemão. Está entre os criminosos mais procurados pela polícia do Rio.
Leandro Nunes Botelho, o Scooby Doo - Controla o tráfico do Morro dos Macacos, em Vila Isabel, também na Zona Norte, e tem condenações por sequestro e cárcere privado. Esteve envolvido no sequestro e espancamento de militares do Exército, em 2009. É acusado de comandar ataques à UPP dos Macacos.
Rogério Avelino da Silva, o Rogerinho 157 - Chefe do tráfico da Rocinha, na Zona Sul, também ordenou outras atividades criminosas, como o roubo de carros na região. É acusado de extorquir moradores e mototaxistas da comunidade.
Gil Pinheiro dos Santos, o Mil Gol - Chefia o tráfico na Vila Aliança/Coreia, na Zona Oeste. Assumiu o controle das vendas de drogas após a morte de Matemático.
Sérgio Luiz da Silva Júnior, o Da Russa - Comanda o tráfico do Morro do Barão, na Praça Seca, Zona Oeste. É um dos traficantes mais importantes da facção à qual integra, entre os que estão em liberdade. Chefia ainda os pontos de vendas de drogas no Complexo do Lins, Covanca e alguns pontos do Alemão. É acusado também de coordenar as compras de armas, munição e outros artefatos em grande escala.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

Art. 220º da Constituição Federal: A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.

§ 2º - É vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística.