. .

29 de novembro de 2016

Miss que denunciou agressão de ex já havia prestado queixa contra ele em 2008

A delegada Katia Garcia, da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher, vai ouvir nesta terça-feira o depoimento do empresário Leonardo Henriques, acusado de agredir a ex-Miss Bahia, Piauí e Simpatia, Renata Lustosa, de 27 anos. Ontem, a polícia abriu um inquérito para investigar o caso depois que a própria modelo registrou ocorrência. O nosso portal apurou, esta não é a primeira vez que a modelo presta queixa contra o ex-companheiro. Num boletim de 2008, Renata narrou ter sofrido lesões no braço e na cabeça, após ter sido covardemente atacada com socos e pontapés.
— Ela já passou pelo corpo de delito e garante que o vídeo postado no fim de semana foi feito no dia 23. Agora iremos ouvir a outra parte — disse a delegada.
Ela foi eleita Miss em 2011
Ela foi eleita Miss em 2011 Foto: Reprodução do Facebook
Na última quarta-feira, um rosto que costumava encantar o público provocou verdadeiro espanto. Os hematomas no nariz, na orelha, no ombro e a boca inchada da modelo dava dimensão das agressões sofridas por ela, ao passo que a modelo narrava a mais recente violência que sofreu do ex-companheiro, na frente do filho, de 2 anos. Em uma atitude desesperada, temendo a impunidade diante do caso e pela própria vida, Renata decidiu publicar um desabafo no Instagram, e rapidamente as imagens tomaram conta das redes.
Por meio da advogada, Gine Alberta Ramos Andrade Kinjyo, o empresário Leonardo Henriques negou as acusações, afirma que pretende processar a modelo por danos morais e que vai pedir à Justiça a guarda compartilhada do menino com os pais da modelo.
Esta não é a primeira vez que ela denuncia o companheiro
Esta não é a primeira vez que ela denuncia o companheiro Foto: Reprodução do Facebook
Já Renata revelou ao nosso portal que os atos violêncios, que durante o relacionamento aconteciam eventualmente, tornaram-se parte do dia a dia depois do nascimento do único filho do casal, que teria presenciado diversas violências à mãe — agredida inclusive durante a gestação.
— Quando resolvemos morar juntos, já estava grávida. Cheguei a sofrer agressões durante a gravidez, leves e poucas, mas sofri. Quando meu filho nasceu, tudo piorou, começou a ficar pesado. Quando o bebê tinha 20 dias, ele me bateu e a marca da aliança ficou no meu rosto. Nunca vou esquecer. Apanhei com meu filho no colo — disse.
Renata publicou desabafo no Instagram
Renata publicou desabafo no Instagram Foto: Reprodução do Facebook
A gravação foi feita na última quarta-feira, momentos após o último episódio da última briga do casal, e ficou no ar por algumas horas, tempo necessário para que o pedido de socorro se espalhasse. Segundo Renata, foi das mensagens que recebeu, nesse tempo, que tirou energia para superar o sentimento que a deteve durante seis anos de relacionamento e mais um de separação: o medo. O registro de ocorrência foi registrado na Delegacia da Mulher de Teixeira de Freitas, na Bahia, onde mora.

Relaciomento de seis anos foi conturbado, segundo ex-Miss
A separação, há mais de um ano, aconteceu para poupar o filho, que começou, de acordo com a Miss, a apresentar um comportamento estranho.
— Quando meu filho comecou a entender as coisas, passou a gritar e chorava muito. Quando vi que afetava meu filho decidi sair de casa, não só porque achava que ia viver melhor, mas porque vi que ia acontecer uma tragédia. Fiquei muito abatida, sem autoestima, sofri agressão piscologica também — conta Renata, que revelou o motivo por que resolveu mostrar o rosto machucado na internet:
Renata também é ex-Miss Bahia, Piauí
Renata também é ex-Miss Bahia, Piauí Foto: Reprodução do Facebook
— Dessa última vez eu falei “basta”. Quando vi o descontrole do meu filho, decidi. Não há nada pior do que ver nosso filho sofrendo por irresponsabilidade nossa. Mais dele do que minha, né? Na hora que eu fiz o vídeo estava em desespero — revelou a modelo, apavorada pela possibilidade de o ex pedir a guarda do filho.
Para Renata, o mais importante é que a distância — ela pediu uma ordem de restrição contra o ex — seja respeitada, mas a modelo diz fazer questão de que pai e filho tenham uma convivência saudável.
— Infelizmente ele se descontrola e que hoje só quero distância, quero ter paz. Quero que a Justiça seja feita, quero seguir em frente com meu filho, com a guarda total, que ele conviva com o pai de maneira organizada, porque a criança não tem nada a ver com nossos problemas — completa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

Art. 220º da Constituição Federal: A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.

§ 2º - É vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística.