. .

29 de novembro de 2016

JEQUIÉ: CONTADOR É MORTO NA PORTA DE CASA DURANTE ASSALTO; BANDIDO MORREU EM CONFRONTO COM A PM

Vítima reagiu ao assalto e o bandido fez o disparo mortal

O contador e comerciante Odelival Serra Santana, “Dedé”, foi assassinado por volta de 22h de sexta-feira (25/11), durante um assalto na Rua Manoel Vitorino próximo ao Centro de Saúde do Campo do América. Dedé estava com a esposa dentro do carro, uma picape Fiat/Strada, de cor branca, conversando com uma pessoa da família, quando inesperadamente surgiram os dois assaltantes a bordo de uma motocicleta. O carona desceu da moto e de arma em punho anunciou o assalto. O contador reagiu saltando do carro tentando agarrar o braço do assaltante que se desvencilhou da vítima fazendo o disparo que o atingiu mortalmente. Odelival Serra Santana, tombou morto na via pública, enquanto a esposa que havia saltado do carro pedia socorro tentando socorrê-lo. Após cometer o latrocínio, o assaltante que usava capacete se apoderou do carro da vítima e fugiu no sentido do bairro São Judas Tadeu, enquanto o comparsa tomou rumo ignorado com a moto. 

Bandido que matou contador no centro de Jequié morre em confronto com a PM

Toda a ação criminosa foi gravada pela câmera de monitoramento de uma residência, conforme reproduzimos abaixo. Policiais militares na viatura Gavião 27 do Comando Especializado Tático Operacional-CETO, foram comunicados do ocorrido saindo na perseguição do bandido, que foi localizado pouco tempo depois, com o veículo tomado de assalto, nas proximidades da sede do SESC. O elemento reagiu à voz de prisão disparando contra os policiais que revidaram. O bandido foi baleado sendo levado ao Hospital Geral Prado Valadares, onde morreu, não resistindo aos ferimentos. O segundo elemento que teve participação no assalto está sendo procurado pelos policiais. O contador Dedé Santana, era pessoa do mais elevado conceito em Jequié e a violência praticada contra ele, choca a população da cidade. Ao comentar o ocorrido, o tenente coronel Alexandre Mota Lima, comandante do 19º BPM, solidarizou-se com familiares e amigos do contador Odelival, “uma pessoa do bem” e, enalteceu o trabalho dos seus comandados que se empenharam de imediato em cumprir a missão de combater a criminalidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

Art. 220º da Constituição Federal: A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.

§ 2º - É vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística.