. .

21 de novembro de 2016

Confira 6 casos bizarros envolvendo pessoas que nunca foram identificadas

Casos bizarros envolvendo pessoas que nunca foram identificadas
Confira 6 casos bizarros envolvendo pessoas que nunca foram identificadas.
 1. O artista de blues com dois nomes e nenhuma história
Em 1926, a Paramount Records lançou dois álbuns de blues do cantor e guitarrista Bo Weavil Jackson.
 Algum tempo depois, a Vocalion Records também produziu um disco com as canções do mesmo artista, porém com o nome de Sam Butler.
 Com o sucesso das faixas, as pessoas queriam descobrir qual era o nome real do compositor e a sua história, mas ele simplesmente desapareceu, deixando esse mistério para trás.
2. O suicida sem passado
Logo após os atentados de 11 de setembro, um homem cometeu suicídio no quarto do hotel onde estava hospedado. O nome deixado em seu registro, Lyle Stevik, simplesmente não estava em nenhum banco de dados, diretório de telefone, censo ou registro eleitoral. Lyle Stevik não existia. Mesmo com a divulgação de uma foto de seu rosto, ele nunca foi identificado.

3. O menino da caixa 
Em 25 de fevereiro de 1957, o cadáver de um garoto de aproximadamente 6 anos foi encontrado dentro de uma caixa abandonada na estrada. Havia muitas pistas a seguir: primeiro, a polícia tentou descobrir a identidade, mas nenhuma criança do seu tamanho estava na lista de desaparecidos; depois, eles buscaram impressões digitais em hospitais, mas nenhuma correspondia à do menino; milhares de cartazes e panfletos foram distribuídos, mas ninguém entrou em contato com os oficiais.


Sem ver muitas saídas, a polícia chegou a fotografá-lo com diferentes tipos de roupas que ele poderia ter usado em vida, na esperança de que alguém se lembrasse dele. Nem assim surgiram novas pistas.
Em julho de 1957, os oficiais responsáveis pelo caso resolveram pagar um funeral para a criança. O epitáfio simples, gravado em pedra, dizia “Pai Celestial, abençoe este garoto desconhecido”.
4. O ladrão de bancos
Em 2002, um homem começou a assaltar bancos na cidade de Wheaton, Estados Unidos, munido de uma arma semiautomática e vestindo uma máscara. Durante algum tempo, ele roubou dinheiro de nada menos do que 16 instituições financeiras, ficando bem conhecido na mídia, principalmente depois de ter dado um prejuízo de mais de 100 mil dólares.

Uma recompensa generosa, 50 mil dólares, foi oferecida para quem divulgasse qualquer informação sobre o homem, mas até hoje a sua identidade permanece em segredo.

Não é incrível que um dos mais famosos serial killers do mundo seja um completo desconhecido? Pois Jack, o estripador, assassinou várias prostitutas na área de Whitechapel, durante o ano de 1888, em Londres. Os órgãos internos de suas vítimas eram removidos de maneira praticamente cirúrgica.
                               
6. Zodíaco
Outro assassino nunca capturado foi o famoso “Zodíaco”, responsável por cinco homicídios confirmados durante a década de 1960, no norte da Califórnia, Estados Unidos. Porém, o serial killer afirmava ter matado 37 pessoas e deixou cartas codificadas que até hoje não foram decifradas completamente.

http://veposcedoca.blogspot.com.br/
Fotos: Reprodução 
O FBI ainda recebe denúncias de pessoas que podem ser o verdadeiro assassino do zodíaco, mas nunca chegou a uma conclusão concreta. Livros e filmes já contaram essa história de mistério muitas vezes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

Art. 220º da Constituição Federal: A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.

§ 2º - É vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística.