. .

17 de novembro de 2016

Bandidos incendeiam três ônibus perto da Cidade Alta, na Zona Norte do Rio/RJ


Ônibus em chamas na Avenida Brasil
Ônibus em chamas na Avenida Brasil Foto: Reprodução/WhatsApp

A Cidade Alta, em Cordovil, na Zona Norte do Rio, vive guerra entre facções rivais. No início da noite desta quinta-feira, traficantes incendiaram um ônibus na Avenida Brasil, perto de um dos acessos à favela. Mais tarde, outro coletivo foi atacado, segundo o Corpo de Bombeiros, na Rua do Porto Velho, a pouco mais de 500m da comunidade. Pouco depois, bandidos atearam fogo num terceiro coletivo, desta vez na Rua Ourique, no bairro Penha Circular.
Leitores do nosso PORTAL enviaram, por meio do WhatsApp, imagens de um dos coletivos em chamas nas proximidades da Cidade Alta.

Foto: Reprodução/WhatsApp

Segundo a Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor), 144 veículos já sofreram ataques no estado do Rio desde 2014. Em 2016, já são 34 ônibus. Nos últimos 12 meses, 40 coletivos saíram de circulação por ataques criminosos. Com isso, o estado do Rio contabiliza um ônibus inutilizado a cada nove dias.
Disputa na Cidade Alta
A guerra na Cidade Alta começou quando integrantes da facção que dominava a favela decidiram mudar de lado e passaram para o bando rival. Sem aceitar o “golpe”, um bonde da maior facção criminosa do Rio se armou para retomar o controle do tráfico no local.

Foto: Reprodução/WhatsApp

Na última quarta-feira, a Polícia Civil identificou quatro integrantes de um grupo que entrou na Cidade Alta um dia antes, quando a troca de facção foi consumada. Investigações da 38ª DP (Irajá) e Delegacia de Combate às Drogas (DCOD) revelam que os invasores partiram de três favelas da região: Parada de Lucas, Vigário Geral e Para-Pedro.
Com eles, a polícia aprendeu um fuzil e cinco pistolas. Ontem, a polícia localizou um homem que foi baleado na Cidade Alta. Ferido na perna, ele procurou socorro médico no Hospital Moacir do Carmo, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

Art. 220º da Constituição Federal: A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.

§ 2º - É vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística.