. .

24 de novembro de 2016

206ª Morte violenta em Mossoró em 2016: Individuo em prisão domiciliar é morto na frente do posto policial do Abolição III.

Mais uma morte violenta provocada por disparos de arma de fogo foi registrada na manhã do ultimo dia  23 de novembro na cidade de Mossoró, no Oeste do Rio Grande do Norte. O Ex-presidiário, Carlos Marques Alves, "Chicola" de 40 anos de idade, que morava na Rua Seu Negócio, foi morto a tiros na frente do posto policial desativado no Abolição III. 

Segundo informações ele estava sentado de baixo de uma mangueira, quando dois indivíduos de motocicleta chegaram e descarregam as armas nele e fugiram. 


Ainda segundo informações, Chicola cumpria pena no sistema prisional de Mossoró, acusado por um crime de latrocino “quando o criminoso mata a sua vítima para roubar seus pertences”, mas por problemas de saúde, ele cumpria prisão domiciliar. 


Populares informaram que o mesmo era acusado de outros dois crimes de homicídios e passou mais de 12 anos na prisão, de onde havia saído há pouco mais de dois meses.]
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

Art. 220º da Constituição Federal: A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.

§ 2º - É vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística.