. .

30 de outubro de 2016

PE - BEZERROS REGISTRA QUATRO ASSASSINATOS EM POUCO MAIS DE 24 HORAS.



A cidade de Bezerros registrou quatro assassinatos em pouco mais de 24 horas, no sábado (22) ocorreram dois, um deles a vítima foi o ex-presidiário, Tiago Henrique Silva, vulgo “Rifa”de 23 anos, que morava no Loteamento São Rafael. De acordo com populares, dois indivíduos em uma motocicleta de marca, cor e placa não informadas, chegaram ao endereço da vítima e efetuaram os disparos de arma de fogo, atingindo-lhe com quatro projéteis, sendo um na cabeça, dois no braço direito e um no peito. Até o presente, a autoria e motivação do crime são desconhecidas.



Já na Rua Nova, em Encruzilhada de São João, foi morto a tiros, o vigia de rua, Marcos Gomes da Silva, de 39 anos, que residia na Rua da Alegria, bairro Santo Amaro em Bezerros. Ele estava trabalhando em sua motocicleta quando três indivíduos em duas motos de marca, cor e placa não informadas, chegaram e efetuaram os disparos de arma de fogo, atingindo um tiro na virilha e outro na cabeça.

Ontem a noite ocorreram mais dois homicídios, o primeiro foi no Loteamento São Rafael, no bairro Cohab e teve como vítima, Matheus José da Silva, de 17 anos, que foi morto dentro de casa, a vítima foi alvejada por três disparos de arma de fogo sendo um na cabeça e dois nas costas. Não se sabe a motivação do crime, apenas que foi praticado por dois indivíduos desconhecidos que estavam em uma moto não caracterizada que evadiram-se do local.Segundo informações de populares a vítima tinha envolvimento com o trafico de entorpecente.
http://veposcedoca.blogspot.com.br/

O quarto assassinato ocorreu na Rua do Campo no Distrito Sapucarana, que fica na zona rural da cidade e teve como vítima, José Ronaldo da Silva, Idade 36 anos, ele foi alvejado por seis disparos de arma de fogo, sendo dois na região da face, dois nas costas, um no tórax e outro na perna direita, não se sabe o modus operandi, autoria tampouco motivação do delito. Os quatro corpos foram encaminhados ao IML para as providências cabíveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

Art. 220º da Constituição Federal: A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.

§ 2º - É vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística.