. .

8 de outubro de 2016

Grávida de 12 anos vai a hospital, e o ‘marido’, de 40, mente: ‘Ela tem 20’

3
Uma menina de 12 anos, que estava grávida, foi levada a um hospital de Xuzhou (China) pelo “marido”, de 40. Para não ter que se explicar pelo caso de abuso, o homem mentiu, dizendo que a menina tinha 20 anos.
O homem, que estava acompanhado de uma mulher, que afirmava ser a sogra da menor, disse que a menina, supostamente aos três meses de gravidez, precisava fazer um exame de rotina para verificar a saúde do feto.
“Ela certamente não está perto dos 20 anos”, questionou um funcionário do hospital, de acordo com o “Daily Star”.
“Eu a trouxe para fazer o exame, faça o seu trabalho”, rebateu o “marido”.
Um médico ouviu a discussão e imediatamente chamou a polícia.
A menina não falava mandarim. A polícia suspeita que ela tenha sido levada para a China como uma noiva comprada no Sudeste Asiático, especialmente no Vietnã.
O “marido” foi preso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

Art. 220º da Constituição Federal: A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.

§ 2º - É vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística.