. .
No ar ACORDE é TROQUE a VIOLÊNCIA pela PAZ..
Foto de Guarda Municipal pela PL 1332/2003 substitutivo alterado para "armadas".



Um policial militar tirou o sorriso do rosto da Guarda Municipal Liliane.
Nota de repúdio a ação de um PM/MG contra a GCM/BH
A Conferência Nacional das Guardas Municipais do Brasil - CONGM, torna pública sua nota de repúdio a ação violenta e covarde contra uma Guarda Civil Municipal da capital Mineira quando legal e profissionalmente exercia sua atividade policial. O PM efetuou um disparo de calibre 12 no rosto da GCMF que ficou gravemente ferida e o episódio não foi mais grave porque a bala era de borracha. O fato se deu quando atendia uma ocorrência envolvendo outro PM que atuava com transporte clandestino. Não podemos aceitar tamanha e covarde agressão que atingiu o profissional e o institucional da Guarda Civil. Uma ação desastrosa que além de violar os princípios basilares da boa convivência e interação entre as agências policiais atinge a integridade física dos profissionais da Guarda envolvido e a MORAL e a HONRA da CORPORAÇÃO. A Seção da CONGM/MG representadas pelos companheiros Itamar, Giovane Mapa, Wagner acompanham passo a passo a situação
CONGM - Conferência Nacional das Guardas Municipais do Brasil
veposcedoca repassa a nota

Traduzi este Blog

quarta-feira, 13 de março de 2013

Tráfico. Na "guerra" pelo poder bandidos fazem mais uma vítima no Vergel do Lago


Vítima, um jovem de 18 anos, havia sumido de casa e foi encontrado boiando na Lagoa Mundaú

Corpo de Allysson Bruno foi encontrado em estado de decomposição (Alagoas em Notícias)

Policiais da Delegacia de Homicídios (DH)/Força Nacional (FN) investigam o assassinato do jovem Allysson Bruno do Nascimento, 18, cujo corpo foi encontrado na tarde da terça-feira, 12, boiando na Lagoa Mundaú, no bairro do Vergel do Lago, região Sul de Maceió.
Parentes do rapaz, cujo corpo estava em avançado de decomposição, revelaram que só conseguiram fazer o reconhecimento através de uma tatuagem como o prenome “Cristina” estampada em um dos braços. “Cristina” seria a mãe da vítima.
Em contato com a polícia familiares de Allysson apenas revelaram que ele estava desaparecido desde o último sábado, 9, quando foi visto entrando em um carro de cor cinza, modelo e placa não anotadas.
Apesar da suspeita do crime ter ligações com a “guerra” entre traficantes de drogas na região Sul de Maceió, nenhum parente confirmou se Allysson tinha amizade ou era um dos integrantes do tráfico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por acessar nossa página. Sempre que achar necessário visite o veposcedoca portal Brasil e fique por dentro dos últimos acontecimentos de nossa região, estado ou país. Se quiser deixe sua opinião, ajudando nos nossos debates.